Tempestade Otto já contabiliza 4 vítimas no Panamá

(Atualiza número de vítimas).

Cidade do Panamá, 22 nov (EFE).- Pelo menos quatro morreram, uma está desaparecida, 50 imóveis foram destruídos por conta da tempestade tropical Otto, anunciaram as autoridades do Panamá nesta terça-feira.

O administrador do Canal do Panamá, Jorge Quijano, informou que 13 das 14 comportas da Represa de Gatún foram abertas para diminuir o nível das águas, mas não afetar as operações da via. Já o vice-ministro da Educação panamenho, Carlos Staff, anunciou oficialmente a suspensão das aulas em todo o país hoje e amanhã, porque a previsão é de que as chuvas continuem por mais 24 horas.

A tempestade afeta todo o país e o alerta amarelo (mobilização) se estende em nível nacional, segundo o diretor do Sistema Nacional de Defesa Civil (Sinaproc), José Donderis, que coordena as operações de emergência.

O Aeroporto Internacional de Tocumen notificou que funciona com interrupções por causa das rajadas de vento, e o Aeroporto Internacional de Albrook foi fechado por falta de visibilidade.

Os prejuízos causados nos imóveis se espalham por todo o país e superam a meia centena, seja por transbordamento de rios, deslizamentos de terra, queda de árvores ou desabamentos, fatores que também causaram as mortes.

Donderis pediu à população para "ter muito cuidado" e levar a sério qualquer movimento de terra nas encostas onde há casas.

"Evacuem primeiro e chamem à Força de Tarefa Conjunta", apelou o diretor.

O Sinaproc ordenou também acionar o alerta vermelho em toda a costa do Caribe, já que as ondas podem chegar a três metros de altura e os ventos constantes uma velocidade de até 30 km/h.

As autoridades panamenhas proibiram a navegação de embarcações pequenas nas próximas 48 horas e habilitaram vários abrigos no país.

Otto, a 15ª tempestade tropical da temporada de furacões no Atlântico, se formou na segunda-feira no sudoeste do Caribe e poderia se transformar em furacão amanhã, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC). Nesta temporada, que começou em 1 de junho e termina em 30 de novembro, 15 tempestades tropicais se formaram, sendo que seis viraram furacões: Alex, Earl, Gastón, Hermine, Matthew e Nicole.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos