FBI encerra investigação contra Brad Pitt por abuso infantil

Washington, 23 nov (EFE).- O FBI encerrou nesta terça-feira a investigação contra o ator Brad Pitt por suposto abuso infantil contra um de seus filhos.

"O FBI realizou uma revisão das circunstâncias e não seguirá investigando. Não foram apresentadas acusações", disse a porta-voz do FBI, Laura Eimiller, em comunicado.

A notícia foi divulgada duas semanas depois que o Departamento de Infância e Serviços Familiares do condado de Los Angeles, que também investigava o caso, chegou à mesma conclusão.

As autoridades investigavam se o ator agrediu fisicamente seu filho Maddox, de 15 anos, durante um voo em setembro, mas as acusações não encontraram fundamento após as entrevistas a membros da família, incluídas as crianças.

O tratamento que Pitt dava a seus filhos foi, supostamente, uma das razões que levaram Angelina Jolie a pedir em setembro o divórcio após mais de uma década juntos e apenas dois anos após se casarem.

A atriz reivindica a guarda legal unilateral de seus seis filhos: três adotados -o cambojano Maddox, o vietnamita Pax e a etíope Zahara- e três biológicos -Shiloh e os gêmeos Knox e Vivienne-, enquanto o ator quer a guarda compartilhada.

Pitt conheceu a decisão do FBI em Madri, onde esteve na terça-feira junto a Marion Cotillard para promover "Allied", o filme que ambos protagonizam.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos