França convoca nova reunião sobre Síria para dezembro

Paris, 23 nov (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Marc Ayrault, anunciou nesta quarta-feira que seu país realizará em dezembro uma nova reunião sobre o conflito na Síria, na qual citou como convidados os Estados Unidos, o Reino Unido, a Alemanha, a Arábia Saudita e a Turquia, mas não a Rússia e o Irã.

O encontro, segundo disse Ayrault ao término do Conselho de Ministros da França, reunirá países que apoiam determinadas facções da oposição síria para reagir à situação no país árabe.

A lista provisória apresentada inclui outras nações do Oriente Médio: Catar, Emirados Árabes Unidos e Jordânia.

"A França não se resigna. Por isso tomei a iniciativa de reunir em Paris, nos próximos dias, os países amigos da democracia síria, da oposição síria democrática", afirmou o ministro em declarações divulgadas por veículos de imprensa franceses.

Ayrault considerou que o regime sírio e seus aliados se aproveitam da incerteza atual nos EUA, onde o presidente eleito Donald Trump não assumirá o comando até janeiro, para realizar uma estratégia de "guerra total".

Além disso, o chefe da diplomacia francesa lembrou que seu país segue defendendo a adoção de uma resolução no Conselho de Segurança das Nações Unidas que condene o uso de armas químicas por parte do governo sírio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos