Ataque no norte do Sinai mata 8 soldados egípcios

Cairo, 25 nov (EFE).- Pelo menos oito membros do Exército egípcio morreram em um ataque terrorista na noite de quinta-feira contra um posto de controle no norte da Península do Sinai, no nordeste do Egito, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira pelas Forças Armadas.

Um grupo de homens armados invadiram um posto de controle militar com veículos carregados de "uma grande quantidade de explosivos", escreveu em sua página oficial no Facebook o porta-voz do Exército, Mohammed Samir.

Os oito soldados morreram nos confrontos com os terroristas e pela explosão de um dos carros-bomba, enquanto três radicais foram baleados durante a troca de tiros, acrescentou a nota, que qualificou de "ato desprezível" o ataque.

As forças armadas e de segurança egípcias são alvos de atentados frequentes no norte do Sinai por parte de grupos armados radicais que tornaram-se fortes na região nos últimos anos, incluído a filial local do grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Os ataques se intensificaram no Sinai e em outros pontos do país desde o golpe de Estado militar que derrubou o então presidente islamita, Mohammed Mursi, em julho de 2013.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos