Putin se manifesta a favor de lei para proteger cachorros de rua

Moscou, 25 nov (EFE).- O presidente russo, Vladimir Putin, intercedeu nesta sexta-feira pelos cachorros de rua ao pedir que seja aprovada uma lei que garanta a proteção dos mesmos.

"A ausência de normas e regras neste âmbito provoca uma piora da situação de saúde", afirmou Putin, citado por veículos de imprensa locais.

Putin, que teve um cachorro labrador como animal de estimação no Kremlin e agora tem um pastor búlgaro, denunciou casos de "tratamento cruel e desumano dos animais".

"Por isso que sei que um projeto de lei a respeito está sendo estudado no parlamento, mas ainda não definição", disse.

O líder russo pediu que o debate para "pôr uma ordem civilizada ao tratamento dos animais" ocorra em breve.

Os animais abandonados nas ruas das principais cidades russas se transformaram em um problema social, tanto devido às doenças que levam como aos ataques dos quais são vítimas por parte de moradores, muitas vezes com armas de fogo.

As associações de defesa dos animais lançaram diferentes programas nas redes sociais para encontrar um lar para os vários filhotes desses cães.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos