Terremoto de 6,7 graus na região de Xinjiang, na China, deixa 1 morto

Pequim, 26 nov (EFE).- Pelo menos uma pessoa morreu após o terremoto de 6,7 graus na escala Richter ter atingido a região de Xinjiang, no noroeste do China, segundo informações divulgadas neste sábado pela agência oficial "Xinhua".

O tremor aconteceu às 22h24 (hora local) de sexta-feira no condado de Akto, situado na prefeitura autônoma de Kizilsu Kirghiz, em Xinjiang, onde mora a minoria muçulmana uigur.

A pessoa que morreu estava em sua casa que foi destruída, assim como outros seis imóveis da mesma região, afirmaram hoje as autoridades locais, segundo a agência "Xinhua".

O terremoto teve seu epicentro a 39,27 graus de latitude norte e 74,04 de extensão, a 10 quilômetros de profundidade, em uma zona elevada de temperaturas baixas e pouca população.

Uma equipe do governo local comprovou que 80 moradores de Akto conseguiram sobreviver, apesar das casas destruídas.

Os tremores também foram sentidos na vizinha Prefeitura de Kashgar, e partes da estrada de ferro de Xinjiang foram fechadas temporariamente após o terremoto.

A Administração de Sismos da China ativou um nível de emergência de terceiro grau por possíveis réplicas e enviou um grupo de delegados para a região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos