Vendedor de carros de Miami comemora morte Fidel com descontos de US$15 mil

Miami, 27 nov (EFE).- O dono de uma concessionária de carros em Miami, na Flórida, decidiu celebrar a morte de Fidel Castro com o que mais o líder cubano combateu em vida: o capitalismo.

O imigrante cubano Arnaldo Bomnin, proprietário da concessionária Bomnin Chevrolet, manterá até às 19h de hoje (horário local) descontos de até de US$ 15 mil para carros e caminhonetes 0km da loja.

Bomnin, que chegou aos Estados Unidos em 1996, quando tinha 26 anos, trabalhou em diversos lugares até se firmar como vendedor de automóveis, e se transformar no proprietário de uma concessionária.

"Fui muito sortudo de chegar aos Estados Unidos e conseguir o sonho americano. Minha esperança é de que um dia os cubanos possam experimentar as mesmas liberdades lá", disse ele, em declarações ao jornal "Miami Herald".

O comerciante, que ainda tem parentes na ilha, disse que por lá todos esperam "um desenvolvimento contínuo e mudanças positivas" para o país.

Fidel Castro morreu aos 90 anos às 22h29 de sexta-feira (hora local; 1h29 de sábado em Brasília), conforme informou seu irmão, o presidente Raúl Castro, em pronunciamento na rede de televisão estatal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos