PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Cuba reiterará "caráter imutável" do socialismo, diz escritor

28/11/2016 13h46

Miami, 28 nov (EFE).- O escritor e jornalista cubano Carlos Alberto Montaner disse nesta segunda-feira que o governo da ilha pedirá em breve à população que assine um "documento para reafirmar a fidelidade" à revolução realizada por Fidel Castro.

"Nos próximos dias, aproveitando o funeral e o enterro das cinzas de Fidel, os cubanos se comprometerão outra vez, por escrito, o caráter imutável do socialismo cubano", disse Montaner, presidente do Instituto Interamericano para a Democracia, à Agência Efe.

Na opinião do intelectual, a "cerimônia" transformará em "traição" qualquer tentativa de reforma que trate de "introduzir o pluripartidarismo e o respeito pela opinião diferente na imprensa".

"Se trata de uma manobra 'post-mortem' que mostra até que ponto é falsa a ideia de que esse tipo de caudilho não se importa com sua obra depois nos deixarem. O caudilho deseja se prolongar na prosperidade como aquele imperador chinês que enterrou centenas de soldados de Terracota para continuar brigando durante toda a eternidade", explicou o escritor.

A comunidade cubana de Miami reagiu à morte de Fidel Castro com festas em Little Havana, o bairro da cidade onde estão os exilados que fugiram do país após a revolução de 1959. Os dirigentes do exílio expressaram a confiança de este ser o fim da ditadura.

Internacional