Piloto relatou pane elétrica e falta de combustível pouco antes de queda

Bogotá, 30 nov (EFE).- O piloto do avião da companhia LaMia no qual viajava a delegação da Chapecoense relatou à torre de controle do aeroporto de Medellín uma "pane elétrica total" e falta de combustível nos últimos minutos antes de cair, segundo uma gravação divulgada nesta quarta-feira.

"Senhorita, Lamia 933 está em pane total, pane elétrica total, sem combustível", afirma uma voz identificada como a do piloto da aeronave.

Em seguida a torre de controle do aeroporto internacional José María Córdova lhe diz que tem "pista livre", ainda de acordo com a gravação.

"Pista livre e esperando chuva sobre a superfície, Lamia 933, bombeiros alertados", respondeu a controladora aérea.

Pouco antes, o piloto tinha solicitado "prioridade para aproximação" e, em várias ocasiões, para que lhe fossem dadas orientações para chegar o mais rápido possível ao aeroporto.

No início da gravação é possível ouvir a controladora dando prioridade a outra aeronave da companhia aérea Viva Colombia que tinha um problema de "vazamento".

Quando o piloto do avião da LaMia informou sobre a gravidade de sua situação, a controladora desviou outros dois voos comerciais com destino ao aeroporto para que ele tivesse prioridade.

"Emergência de combustível, senhorita, por isso peço de uma vez curso final", diz o piloto.

Pilotos colombianos que naquela hora seguiam em direção a Medellín e escutaram em suas frequências de rádio a conversa, relataram que efetivamente o capitão do avião da LaMia informou à torre sobre problemas elétricos e de combustível.

Pouco antes de perder contato com a aeronave, a controladora disse que ela não estava na altitude necessária, ao que o piloto responde que estava a 9.000 pés.

Segundo especialistas consultados por vários veículos de imprensa colombianos, essa altitude é insuficiente para passar a montanha El Gordo, com a qual colidiu, a 17 quilômetros do aeroporto.

A bordo do avião havia 77 pessoas, entre jogadores, dirigentes, convidados, jornalistas e membros da tripulação. O acidente deixou 71 mortos.

gdl/id

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos