Brasileiros mortos no acidente da Chapecoense serão repatriados amanhã

Medellín (Colômbia), 1 dez (EFE).- Os corpos dos 64 cidadãos brasileiros mortos no acidente do avião que transportava a delegação da Chapecoense serão repatriados amanhã, informou nesta quinta-feira o embaixador brasileiro na Colômbia, Julio Bitelli.

"Houve alguns imprevistos que causaram um atraso", disse Bitelli, que esclareceu que serão fretados três aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para transferir os corpos ao país por volta das 16h (horário local, 19h de Brasília).

No acidente, que aconteceu na noite da segunda-feira nos arredores do aeroporto de Rionegro, que serve à cidade de Medellín, também morreram cinco bolivianos, um paraguaio e um venezuelano.

"Está se fazendo de tudo, mas a complexidade do processo não permitiu infelizmente que se cumprisse o cronograma ideal, que era sair hoje à noite", acrescentou o diplomata.

Neste sentido, detalhou que todos os corpos dos integrantes da delegação da Chapecoense, que incluía jogadores, comissão técnica, dirigentes e jornalistas, serão repatriados juntos, exceto os corpos de dois jornalistas, que serão levados em voos particulares.

Os aviões da FAB estão atualmente na cidade de Manaus, de onde partirão quando os corpos estejam prontos para ser transferidos. Posteriormente serão levados a Chapecó, com uma escala técnica em Manaus.

No entanto, Bitelli pediu "muita prudência" e não descartou que haja "novos imprevistos".

Os 71 mortos no acidente já foram identificados e seus corpos estão sendo preparados para serem transferidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos