Papa pede que "em nenhum lugar do mundo existam crianças-soldado"

Cidade do Vaticano, 1 dez (EFE).- O papa Francisco pediu que "em nenhum lugar do mundo existam crianças-soldado", em mensagem de vídeo publicada nesta quinta-feira na internet.

O vídeo faz parte de uma iniciativa impulsionada por Jorge Bergoglio, que publica todo mês em espanhol uma gravação na qual analisa o que considera os principais desafios da humanidade.

Neste vídeo de dezembro, o papa afirma que "neste mundo, que desenvolveu as tecnologias mais sofisticadas, armas acabam nas mãos de crianças-soldado".

"Devemos fazer todo o possível para respeitar a dignidade das crianças e acabar com esta forma de escravidão. Seja quem for, se está tão comovido como eu, peço que se una a este propósito, para que em nenhum lugar do mundo existam crianças-soldado", acrescentou.

Em ocasiões anteriores, o papa refletiu sobre assuntos como a proteção ao meio ambiente, a igualdade entre homens e mulheres, a crise dos refugiados, a exploração do trabalho e o diálogo entre religiões para promover a paz.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos