Pelo menos 30 mil civis chegam à área de Aleppo controlada pelo governo

Genebra, 1 dez (EFE).- O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) disse nesta quinta-feira que pelo menos 30 mil residentes da área rebelde de Aleppo, que se transformou nas últimas semanas no principal foco do conflito na Síria, fugiram para a área da cidade controlada pelas forças governamentais, enquanto um número indeterminado fugiu para outras regiões.

"É provável que este número aumente", advertiu a chefe da operação humanitária do CICV na Síria, Marianne Gasser.

Os civis que escaparam "correm sérios riscos, com bombardeios, explosões e disparos de franco-atiradores, o que os obrigou a abandonar praticamente tudo", afirmou a organização em comunicado.

O CICV pediu que sejam garantidos a essas vítimas da guerra civil na Síria a "proteção" e um "trânsito seguro".

Por enquanto, só está permitido fazer inspeções em distritos dos quais o exército sírio expulsou os rebeldes, a fim de determinar em que condições se encontram e se os civis podem retornar.

É o caso do distrito de Masaken Hanano, no leste de Aleppo, que esteve sob cerco militar e foi recuperado recentemente pelas forças governamentais após intensos combates.

"O lugar está deserto e a destruição é imensa por todo lugar", sustentou Marianne.

As pessoas que chegam à zona de Aleppo controlada pelo governo são levadas a dois centros de acolhimento, onde a Cruz Vermelha Internacional e o Crescente Vermelho da Síria oferecem ajuda essencial.

"Como lá falta tudo, instalamos tanques de água de emergência e serviços de saneamento básico, damos comida, cobertores e colchões, e as equipes médicas do Crescente Vermelho dão atendimento aos feridos, doentes e desnutridos", disse a responsável do CICV para a Síria.

Marianne alertou também que as necessidades vão aumentando à medida que "a cada hora chegam centenas de pessoas de ônibus, muitas em condições muito difíceis, em estado de choque, algumas ainda cobertas de pó e que precisam de atendimento médico".

Um dos abrigos em questão é um gigantesco hangar que funcionava como fábrica de algodão, e o CICV pretende acomodar 15 mil pessoas no local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos