Chapecoense ficará na memória dos colombianos, diz presidente da Colômbia

Bogotá, 2 dez (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou nesta sexta-feira que a equipe da Chapecoense ficará na memória do país, ao mesmo tempo em que se solidarizou com os familiares das 71 pessoas mortas no trágico acidente aéreo ocorrido na segunda-feira perto de Medellín.

"A Chapecoense ficará em nossa memória por causa de sua perseverança e tenacidade", escreveu o chefe de Estado em seu Twitter, onde também reiterou a "mais profunda solidariedade com os familiares das vítimas".

O avião da companhia aérea boliviana Lamia que transportava o time da Chapecoense a Medellín caiu na segunda-feira nas proximidades do aeroporto desta cidade e provocou a morte de 71 pessoas.

Santos agradeceu em outro tuíte à equipe que participou das operações de resgate.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos