Cinzas de Fidel Castro retornam à província de Holguín, sua terra natal

Holguín ( Cuba ) 2 dez (EFE).- O cortejo fúnebre que transporta as cinzas de Fidel Castro chegou nesta sexta-feira à província de Holguín, terra natal do líder revolucionário e um dos pontos do percurso dos restos mortais do ex-presidente, que chegarão amanhã a seu destino final em Santiago de Cuba.

Às margens da Estrada Central, milhares de pessoas, que desde as primeiras horas da manhã já lotavam os acessos à cidade, receberam a comitiva com gritos de "Eu sou Fidel" e "Fidel, amigo, o povo está contigo", agitando bandeiras cubanas e do Movimento 26 de Julio, grupo revolucionário liderado por Castro.

O cortejo entrou pelo mesmo lugar onde se encontra um monumento aos mártires da luta contra o regime de Fulgencio Batista.

Apesar da relativa proximidade, as cinzas de Fidel não passarão por Birán, o povoado onde o líder nasceu e passou sua infância, situado ao sul do território, e, depois de uma breve parada no centro da cidade, continuarão seu caminho até a província de Granma, onde passarão a noite na emblemática cidade de Bayamo.

A caravana que transporta as cinzas de Fidel Castro, que morreu na sexta-feira passada aos 90 anos, saiu de Havana em 30 de novembro e chegará este sábado a Santiago de Cuba, onde será realizado o último ato público de despedida, no qual discursará seu irmão mais novo, o presidente cubano Raúl Castro.

A cerimônia íntima de inumação acontecerá no domingo no começo da manhã no cemitério Santa Ifigenia, onde também repousa o herói nacional cubano, José Martí.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos