Ministro britânico promete encarar o mundo com "humildade" na era pós-Brexit

Londres, 2 dez (EFE).- O ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, afirmou nesta sexta-feira que seu país deve enfrentar o mundo com "humildade" na era "pós-Brexit", algo que, no entanto, não o impedirá de "ter um papel como protagonista no cenário mundial".

Johnson pronunciou um discurso no respeitado centro de estudos Chatham House, em Londres, no qual expôs suas prioridades políticas após o voto pela saída da União Europeia (UE).

O ministro ressaltou que seu país manterá uma atitude "aberta" e indicou sua intenção de promover uma política externa "global", na qual o Estado britânico será "uma força para o bem".

Sob "estritas instruções" do governo, liderado pela primeira-ministra Theresa May, Johnson evitou dar detalhes sobre o enfoque que será tomado nas negociações com Bruxelas sobre o "Brexit", que devem começar no final de março do ano que vem.

O chefe do Foreign Office insistiu que o voto para deixar a UE no referendo de 23 de junho não significa que os britânicos sejam "racistas ou xenófobos", mas foi um voto "pela democracia" e "pelo controle das instituições".

Johnson negou que, no âmbito privado, fosse partidário da imigração, que defendeu em seu cargo anterior como prefeito de Londres, enquanto deve apoiar publicamente a linha oficial da necessidade de restringir o movimento de pessoas.

O ministro garantiu que, à frente das Relações Exteriores do Reino Unido, ampliará as relações com a China e seguirá sendo um agente importante na resolução dos conflitos no Oriente Médio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos