MP da Dinamarca apresenta acusações contra Uber por violar leis de transporte

Copenhague, 2 dez (EFE).- O Ministério Público da Dinamarca apresentou nesta sexta-feira uma acusação contra o Uber em um tribunal de Copenhague por colaboração para violar as normas de transporte.

O anúncio acontece duas semanas depois de a Justiça dinamarquesa ter condenado um motorista do aplicativo Uber a pagar uma multa de 6 mil coroas dinamarquesas (R$ 2.936,40) por condução ilegal em três trajetos.

"Trata-se de um caso fundamental no qual a promotoria quer que a Justiça se pronuncie sobre a responsabilidade de colaborar em um transporte ilegal em táxi", afirmou em comunicado a promotora Vibeke Thorkil-Jensen.

Após acusar o motorista, agora o processo está dirigido contra a companhia holandesa Uber BV, que se encarrega dos negócios da empresa americano Uber na Europa.

A promotoria dinamarquesa pede uma multa de 30 mil coroas dinamarquesas (R$ 14.682), o que equivaleria a 10 mil coroas (R$ 4.894) por cada trajeto.

O tribunal de Copenhague ainda não decidiu a data em que o caso será tratado, informou o Ministério Público do país nórdico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos