Reino Unido não impedirá maior integração europeia em defesa

Londres, 2 dez (EFE).- O Reino Unido não "bloqueará ou impedirá os passos" em direção a uma maior integração europeia em defesa, mas sua prioridade é fortalecer a Otan, afirmou nesta sexta-feira o ministro das Relações Exteriores, Boris Johnson.

Johnson pronunciou um discurso sobre política externa no centro de estudos Chatham House, em Londres, no qual ressaltou que o governo britânico está interessado em "manter relações estreitas com uma União Europeia forte" na era pós-"Brexit".

"Não é parte de nossos planos tentar minar a UE", disse o chefe do Foreign Office, que assegurou que o Reino Unido terá uma atitude "aberta" e "global" quando deixar o bloco comunitário.

"Há conversas em torno do desejo da UE de construir uma política comum de defesa e segurança e uma nova arquitetura para isso. Se querem fazê-lo, está bem, mas obviamente, também deveriam contribuir com 2% do PIB em defesa" na Otan, declarou Johnson.

"Não estamos aqui para impedir ou bloquear os passos rumo à integração europeia se é isso o que querem. Estamos aqui para apoiar uma relação forte", acrescentou o ministro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos