Talibãs matam 23 civis durante combates com as forças afegãs

Cabul, 2 dez (EFE).- Pelo menos 23 civis, entre eles cinco crianças, morreram nas mãos dos talibãs em combates com as forças de segurança nos últimos quatro dias na província de Kandahar, no sul do Afeganistão, informou nesta sexta-feira à Agência Efe uma fonte oficial.

"Durante quatro dias, os insurgentes talibãs revistaram casas da população e mataram 23 civis, incluindo duas mulheres e cinco crianças", indicou o porta-voz da Polícia provincial, Zia Durrani.

Os enfrentamentos ganharam força no começo de semana depois que os insurgentes lançaram ataques contra vários postos de controle das forças de segurança em quatro aldeias do distrito de Neash, onde os combates se estenderam até hoje, detalhou a fonte.

A mesma fonte acrescentou que, além dos civis, 29 talibãs e quatro policiais morreram durante os confrontos.

No entanto, a formação insurgente cifrou em mais de 60 os membros das tropas afegãs mortos nessa zona e afirmou que só três de seus homens falecerem em batalha, apesar dos talibãs oferecerem informações contestáveis sobre o alcance de suas ações.

O comunicado, assinado pelo porta-voz talibã, Zabiullah Mujahid, não fez referência à morte de civis, um tipo de ações que os insurgentes não costumam reivindicar e que frequentemente negam.

Kandahar foi berço do movimento talibã na década de 1990.

O grupo insurgente ganhou terreno no Afeganistão desde o fim da missão de combate da Otan em janeiro de 2015 e, segundo estimativas de Washington, controla cerca de um terço do território.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos