Bombardeiro russo contra cidade no norte da Síria deixa 23 mortos

Cairo, 4 dez (EFE).- Pelo menos 23 pessoas morreram neste domingo em um bombardeio supostamente russo sobre a região de Maarat al Numan, na província de Idlib, no norte da Síria, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Segundo a organização, entre as vítimas há uma criança e seis membros de uma mesma família. O Observatório alertou que o número de mortos pode aumentar porque há pessoas gravemente feridas e desaparecidos sob os escombros dos prédios destruídos pelas bombas.

Mais cedo, o Observatório já tinha informado sobre um ataque de aviões de guerra não identificados contra a cidade de Kafer Nabel, próxima a Maarat al Numan, onde morreram pelo menos 26 pessoas.

Quase toda a província de Idlib é controlada pela Frente da Conquista do Levante (antiga Frente al Nusra, que era a filial da Al Qaeda na Síria) e de outras facções aliadas como o Movimento Islâmico dos Livres de Sham.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos