FPÖ reconhece derrota de candidato Norbert Hofer nas eleições austríacas

Viena, 4 dez (EFE).- O ultranacionalista Partido Liberal da Áustria (FPÖ) reconheceu neste domingo a derrota de seu candidato, Norbert Hofer, na repetição das eleições presidenciais austríacas, que foram vencidas pelo ecologista Alexander Van der Bellen.

"Hofer se rendeu de forma desumana, não foi uma situação fácil, já que foi um contra todos. Isto não é o final de história. O sistema conseguiu uma última vez frear a mudança", disse Herbert Kickl, chefe de campanha de Hofer.

Van der Bellen venceu a repetição das presidenciais da Áustria, segundo uma pesquisa da televisão pública "ORF", que precisa que o ecologista recebeu 53,6% dos votos, contra 46,4% do candidato ultranacionalista, com a apuração de 58,4% das urnas e uma margem de erro de 1,2%, o que impossibilita uma mudança de tendência.

Por sua vez, a chefe dos Verdes, Eva Glawischnig, -do partido que Van der Bellen dirigiu durante anos-, falou de um "dia histórico" após conhecer a projeção.

Em todos as circunscrições apuradas até agora, o ecologista conseguiu aumentar sua porcentagem de voto com relação ao registrado na votação de 22 de maio, invalidada pela Justiça.

As eleições presidenciais austríacas tiveram que se repetidas hoje depois que Hofer e o ultranacionalista FPÖ impugnaram o pleito de maio, vencidos por uma diferença mínima por Van der Bellen.

O Tribunal Constitucional austríaco invalidou essas eleições e ordenou uma repetição por ter registrado irregularidades formais na apuração dos votos por correio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos