John Key anuncia renúncia ao cargo de primeiro-ministro da Nova Zelândia

Sydney (Austrália), 5 dez (EFE).- O primeiro-ministro da Nova Zelândia, o conservador John Key, anunciou nesta segunda-feira (data local) sua renúncia do cargo que ocupa há oito anos, argumentando que sua decisão se deve a motivos familiares.

"É a decisão mais difícil que tomei em minha vida e não sei o quê vai acontecer depois", disse Key, que também deixa a liderança do Partido Nacional, em entrevista coletiva na qual explicou que seu trabalho vai requerer grandes sacrifícios "daqueles de quem mais gosto".

Segundo o jornal "New Zealand Herald", a esposa de Key, Bronagh, teria pedido a ele que renuncie ao cargo, entre outros assuntos, por causa do nível de intrusão na vida de seus dois filhos, Stephie e Max.

O caucus do Partido Nacional se reunirá no próximo 12 de dezembro para decidir quem será seu líder e o próximo primeiro-ministro, embora esteja previsto que Bill English assuma o cargo e Steven Joyce seja o novo responsável pela pasta de Finanças.

As próximas eleições na Nova Zelândia deverão acontecer antes de novembro do próximo ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos