Oposição pede renúncia de Renzi após pesquisas indicarem derrota em referendo

Roma, 4 dez (EFE).- O líder da Liga Norte, Matteo Salvini, e o deputado do Forza Itália Renato Brunetta pediram a renúncia do primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, após a divulgação de pesquisas de boca de urna que indicam a derrota do governo no referendo realizado neste domingo.

"Se confirmadas essas informações seria uma grande vitória dos cidadãos, e Renzi teria que renunciar nos dois minutos seguintes para convocarmos eleições", disse Salvini, que fez campanha pelo "não" no referendo que tentava aprovar uma reforma constitucional.

"Renzi deve renunciar", sentenciou Brunetta, principal representante do partido do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

O "não" venceu no referendo com um mínimo de 54% dos votos e um máximo de 58%, de acordo com a emissora "RAI". Já o grupo "Mediaset" indica uma rejeição de 55% a 59% dos votos à proposta de Renzi.

O Ministério do Interior informou pouco depois do final da votação que a participação chegou a 68,99%. Mais de 51 milhões de italianos tinham sido convocados a votar no referendo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos