Trump amplia busca de candidatos para ocupar Departamento de Estado

(Corrige terceiro parágrafo).

Nova York, 4 dez (EFE).- O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, ampliou a busca de candidatos para ocupar o cargo de secretário de Estado no próximo governo, anunciou neste domingo a porta-voz da equipe de transição do republicano, Kellyanne Conway.

"A busca está se expandindo porque até o momento não há uma lista definitiva de finalistas. No início desta semana vamos entrevistar mais candidatos", disse Conway aos jornalistas na Trump Tower, em Nova York, o quartel-general da equipe de transição.

Na semana passada, assesores de Trump tinham afirmado que havia apenas quatro candidatos ao cargo, entre eles Mitt Romney, ex-governador de Massachusetts e derrotado pelo atual presidente do país, Barack Obama, nas eleições presidenciais de 2012.

Conway admitiu hoje que há agora mais de quatro nomes na lista. Além disso, a porta-voz ressaltou que a escolha do futuro chefe da diplomacia dos EUA é "muito importante" e por isso será feita sem pressa.

A assessora de Trump reiterou que há muitas pessoas qualificadas para o posto e explicou que alguns deles não querem deixar seus "lucrativos trabalhos" no setor privado. No entanto, elas agora teriam expressado interesse em entrar no governo e servir ao país.

Os outros três nomes ventilados até o momento são o do ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, o general reformado David Petraes, e o senador republicano Bob Corker, presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado.

A escolha de Romney é criticada por vários apoiadores de Trump pelo fato de o ex-candidato presidencial ter sido um dos principais críticos do presidente eleito dentro do partido durante a campanha.

Nos últimos dias também surgiu o rumor da indicação do ex-governador de Utah John Huntsman, um veterano líder republicano que foi embaixador na China. Conway, no entanto, evitou confirmar se ele é um dos candidatos que estão na relação do presidente eleito.

O futuro chefe de gabinete da Casa Branca no governo Trump, Reince Priebus, afirmou hoje que a busca do candidato para o Departamento de Estado está "levando mais tempo do que o previsto".

"Acredito que está tudo bem. Nem tudo tem que ocorrer ao mesmo tempo. Trump está levando tempo para poder tomar uma decisão inteligente e já veremos como terminará o processo", disse Priebus em entrevista na emissora "CBS".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos