Van der Bellen diz querer ser "presidente de todos os austríacos"

Viena, 4 dez (EFE).- O presidente eleito da Áustria, Alexander Van der Bellen, disse neste domingo, após a vitória, que deseja ser o presidente de todos os austríacos, incluindo aqueles que votaram em seu rival no pleito, o ultranacionalista Nobert Hofer.

"Quero falar de forma ativa aos eleitores da FPÖ (Partido Liberal da Áustria, de Hofer) que seus medos genuínos serão levados a sério", afirmou Van der Bellen em entrevista à emissora "ORF".

"Meu desejo é que as pessoas me encontrem nas ruas e digam 'nosso presidente' e não 'o presidente'", completou.

Sobre a possibilidade de haver eleições legislativas antecipadas na Áustria em 2017, em vez de 2018, como está previsto, o novo presidente disse que essa é uma "decisão do parlamento".

Van der Bellen venceu neste domingo a repetição das eleições presidenciais da Áustria com 53% dos votos contra 46% de Hofer, segundo os resultados parciais divulgados até o momento.

O primeiro pleito, realizado em 22 de maio e também vencida por Van der Bellen, foi invalidada pela Justiça após a constatação de irregularidades formais na apuração dos votos enviados por correio. EFE

jk/lvl

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos