Votação para definir presidente da Áustria é encerrada

Viena, 4 dez (EFE).- A votação na repetição das eleições presidenciais austríacas terminou neste domingo às 17h local (14h, em Brasília) com o fechamento dos últimos colégios eleitorais e sem que tenha sido registrado nenhum tipo de irregularidade.

"Graças a Deus, por enquanto não há nenhum acontecimento que possa derivar em irregularidades", explicou o ministro do Interior da Áustria, Wolfgang Sobotka, quando faltavam 90 minutos para o término da votação.

O progressista Alexander Van der Bellen ganhou em maio as eleições por apenas 31 mil votos contra o ultranacionalista Norbert Hofer, cujo partido, o FPÖ, impugnou o resultado e conseguiu que fosse ordenada a repetição do pleito.

A apuração antes do tempo dos votos por correio e o vazamento de resultados parciais foram alguns das irregularidades detectadas, embora em nenhum momento tenham influenciado no resultado, segundo confirmou o próprio Tribunal Constitucional.

Uma vez fechados os colégios eleitorais, espera-se que as primeiras projeções sejam anunciadas pela televisão pública "ORF" em breve.

Vários políticos da direita populista da França, Alemanha, Bélgica e Holanda, entre outros países, desejaram hoje sorte a Hofer.

O líder da extrema-direita holandesa, Geert Wilders, desejou a Hofer no Twitter "muito sucesso", da mesma forma que o porta-voz de Alternativa para a Alemanha (AfD), Christian Luth, que disse. "Tua vitória é a nossa esperança".

Marion Le Pen, neta do fundador da Frente Nacional (FN) francês, Jean-Marie Le Pen, escreveu nessa rede social. "Querido Norbert Hofer, te desejo este domingo um grande sucesso. Tu tens o apoio dos patriotas de todo o mundo".

Le Pen, de 26 anos, terceiro elo da dinastia "lepenista", e sobrinha de Marine le Pen, se transformou em 2012 na deputada mais jovem da história da França.

Também o presidente do partido de extrema direita da região belga de Flandres Vlaams Belang (VB), Tom Van Grieken, desejo boa sorte ao candidato austríaco e acrescentou: "Hofer para presidente".

O Ministério do Interior anunciará os primeiros dados do voto em urna por volta das 19h30 local (16h30, em Brasília), embora dada a previsão de que o resultado seja muito ajustado, será preciso esperar até amanhã para o término da apuração dos votos por correio para saber quem será o chefe do Estado austríaco nos próximos seis anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos