"Não" vence referendo na Itália com 59,95% dos votos

Roma, 5 dez (EFE).- A apuração oficial dos votos no referendo realizado no domingo na Itália confirmou hoje a vitória do "não" à reforma constitucional do primeiro-ministro Matteo Renzi com 59,95% das cédulas depositadas nas urnas.

Já 40,05% dos eleitores apoiaram pelo contrário a reforma do chefe do governo.

Votaram contra a reforma um total de 19.019.197 eleitores e a favor 12.706.340.

Renzi anunciou que vai apresentar sua renúncia ao presidente da República, Sergio Mattarella, como consequência do resultado obtido nas urnas.

A derrota de Renzi tinha sido antecipada no domingo por pesquisas de boca de urna divulgadas por vários meios de comunicação no fechamento dos colégios eleitorais.

Resta ainda acrescentar o resultado da apuração oficial dos votos dos italianos residentes fora do país, um censo de quase quatro milhões de pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos