Obama reitera a Renzi seu apoio à Itália, apesar de resultado em referendo

Washington, 6 dez (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, conversou nesta terça-feira por telefone com o primeiro-ministro da italiano, Matteo Renzi, para reiterar seu apoio à Itália, apesar da derrota que sua reforma constitucional sofreu em referendo no último domingo.

Segundo comunicado emitido pela Casa Branca, Obama agradeceu a Renzi pela "estreita amizade e parceria" dos líderes durante o mandato do primeiro-ministro.

"O presidente Obama e o primeiro-ministro Renzi discutiram o resultado do referendo constitucional de 4 de dezembro na Itália", e o líder americano ressaltou que "a Itália seguirá sendo um dos aliados mais próximos e fortes dos Estados Unidos", de acordo com a nota.

O líder americano reiterou que a relação bilateral entre EUA e Itália está baseada "em uma história compartilhada, valores comuns e objetivos sobrepostos em uma ampla gama de questões mundiais", como a crise mundial dos refugiados, a segurança global e o crescimento econômico sustentável e inclusivo.

Renzi, a quem Obama ofereceu sua última ceia de Estado na Casa Branca, renunciará ao cargo à frente do governo italiano após o fracasso do referendo, já que a reforma constitucional era um de seus pilares políticos.

A proposta de Renzi envolvia, entre outras medidas, a retirada da função legislativa do Senado, mas sua rejeição colocou em alerta a União Europeia (UE), cujos líderes manifestaram nos últimos dias sua preocupação com uma derrota do primeiro-ministro.

O fracasso de Renzi leva à instabilidade institucional um dos países fundadores da UE em um momento no qual os movimentos populistas avançam em vários países e quando o projeto europeu ainda balança pelas consequências do "Brexit", a saída do Reino Unido do bloco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos