Outros dois prefeitos curdos são detidos no sudeste da Turquia

Istambul, 6 dez (EFE).- As forças de segurança da Turquia detiveram nesta terça-feira outros dois prefeitos curdos no sudeste do país, por isso que o número de detenções e destituições chega a quase 50, informa o jornal "Cumhuriyet" em sua versão eletrônica.

O prefeito de Yenisehir, Selim Kurbanoglu, e o de Kayapinar, Mehmet Ali Aydin, duas cidades na zona curda da Turquia, foram detidos sob a suspeita de ter vínculos com o ilegal Partido dos Trabalhadores de Curdistão (PKK), a guerrilha curda, considerada terrorista por Ancara, Bruxelas e Washington.

Segundo informou a polícia, os funcionários de ambos consistórios não deixaram as forças de segurança entrarem no edifício, sendo assim elas forçaram a porta para requisitar documentação e deter os prefeitos.

Desde setembro, 47 prefeitos, a maioria filiados aos partidos pró-curdos da esquerda HDP e DBP, foram destituídos ou detidos por ordem do Ministério do Interior.

O governo islamita turco nomeou até agora 36 ++fidecomisarios++ para governar estes municípios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos