Rússia afirma que EUA protelam início de reuniões para acerto em Aleppo

Moscou, 6 dez (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou nesta terça-feira que os Estados Unidos estão retardando o começo das consultas russo-americanos em Genebra para a retirada dos rebeldes do leste da cidade de Aleppo, no norte da Síria.

"Ontem à noite recebemos deles (EUA) uma comunicado no qual nos informaram que, infelizmente, não poderiam se reunir amanhã (em Genebra)", disse o chanceler russo em entrevista coletiva.

Lavrov acrescentou que a parte americana revogou suas propostas anteriores e apresentou um novo documento, o que, para o ministro russo, "parece uma tentativa de ganhar tempo para que os guerrilheiros possam respirar".

"Entendemos que não está ocorrendo uma conversa séria com nossos parceiros americanos", disse Lavrov, que lembrou que depois da entrada em vigor de um acordo sobre a Síria em setembro, Washington encontrou um pretexto para denunciá-lo.

Lavrov acrescentou que agora está ocorrendo uma situação similar e explicou: "Aquilo que foi proposto por escrito pelos americanos e que foi respaldado publicamente por nós novamente não serve".

"É difícil entender quem toma as decisões (em Washington), mas a julgar por tudo, há muita gente que quer minar o prestígio e as ações práticas de (o secretário de Estado americano) John Kerry", ressaltou Lavrov.

Ontem, o ministro russo declarou que Kerry propôs "estabelecer rotas e prazos para a saída de todos os combatentes do leste de Aleppo, sem exceção" e tinha se mostrado otimista sobre a possibilidade de um acerto em Aleppo.

Lavrov recebeu a proposta de Kerry nos dias 2 e 3 de dezembro nas consultas que ambos mantiveram em Roma, na Itália, as primeiras desde que Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos