Equipes recuperam 36 corpos de avião que caiu no Paquistão com 48 pessoas

Islamabad, 7 dez (EFE).- As equipes de resgate recuperaram 36 corpos entre os destroços do avião que caiu nesta quarta-feira com 48 pessoas a bordo no norte do Paquistão, enquanto continuam os trabalhos de buscas, com poucas esperanças de encontrar sobreviventes.

O escritório de comunicação do exército paquistanês informou em comunicado que, até agora, foram recuperados 36 corpos no local onde caiu a aeronave da companhia aérea estatal Pakistan International Airlines (PIA).

Cerca de 500 soldados e médicos participam dos trabalhos de resgate, detalhou o departamento.

O porta-voz da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres, Ahmed Kamal, disse à Agência Efe que o avião está totalmente destruído e comentou que é muito pouco provável que haja sobreviventes.

O ATR-42 da PIA decolou da cidade de Chitral, no norte do país, rumo a Islamabad às 15h locais (8h de Brasília) e perdeu a comunicação com a torre de controle por volta de uma hora e 20 minutos mais tarde.

Às 16h42 locais (9h42 de Brasília), a aeronave caiu em uma colina na cidade de Saddha Batolni, perto da cidade de Havelian, indicou a companhia em comunicado.

Na aeronave havia 42 passageiros, cinco integrantes da tripulação e um engenheiro da companhia aérea.

O primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, ordenou às diferentes autoridades que prestem todo seu apoio aos trabalhos de resgate, assim como às famílias das vítimas.

O Paquistão viveu em 2010 uma de suas piores tragédias aéreas quando 152 pessoas morreram no acidente de um avião em Islamabad.

Dois anos mais tarde, outro acidente de aviação causou a morte de 138 passageiros perto da capital.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos