Sobe para 25 o número de mortos no terremoto de 6,5 graus na Indonésia

(Atualiza número de mortos e acrescenta dados).

Bangcoc, 7 dez (EFE).- As autoridades da Indonésia subiram nesta quarta-feira para 25 os mortos causados pelo terremoto de 6,5 graus que atingiu de madrugada (hora local) a província de Aceh, no norte da ilha de Sumatra, onde várias pessoas seguem presas sob os escombros.

O tremor ocorreu no município de Pidie Jaya, situado cerca de 120 quilômetros de Banda Aceh, capital provincial, e a 8,2 quilômetros de profundidade, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, que registra a atividade sísmica no mundo todo.

Inicialmente, a agência tinha medido o terremoto em 6,4 graus de magnitude na escala aberta de Richter com o hipocentro localizado a 17 quilômetros de profundidade.

A Agência Nacional de Prevenção de Desastres (BNPB) disse em comunicado que além dos 25 mortos, outras 26 pessoas estão feridas gravemente.

A imprensa local colocou o número de mortos em 26, a maioria deles registrados no distrito de Trienggadeng, com 18 das vítimas, e em cerca de 200 o número de feridos atendidos nos hospitais de Sigli e Bireuen.

O tremor, que durou aproximadamente três minutos e foi seguido de várias réplicas, provocou o desabamento de 72 casas e seis mesquitas no conjunto de Pidie Jaya, de acordo com BNPB.

A agência acrescentou que cerca de 1,5 mil pessoas, a metade delas militares, participam dos trabalhos de resgate de moradores que seguem presos nas ruínas.

"Precisamos de equipamento pesado para remover os escombros, mas não temos esta maquinaria, estamos esperando", disse o chefe da BNPB em Pidie Jaya, Apriadi, segundo o portal "Serambinews".

A região do tremor é a mesma onde em 2004 um potente terremoto de entre 9,1 e 9,3 graus provocou um tsunami no Oceano Índico que matou aproximadamente 230 mil pessoas em uma dúzia de países, a maioria deles em Aceh.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos