Autoridades paquistanesas começam investigação sobre acidente aéreo

Islamabad, 8 dez (EFE).- As autoridades do Paquistão começaram nesta quinta-feira a investigação sobre o acidente do avião da Paquistan International Airlines (PIA) que caiu ontem em uma montanha no norte do país, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

"A investigação começou, temos pessoal no terreno estudando os destroços do avião", disse o porta-voz da Autoridade de Aviação Civil do Paquistão, Pervez George.

A fonte disse que ainda se desconhece o conteúdo da caixa-preta, que foi recuperada entre as ferragens da aeronave ATR-42.

O presidente da PIA, Azam Sehgal, afirmou ontem em entrevista coletiva que os pilotos da aeronave informaram à torre de controle que um dos motores deixou de funcionar, para pouco depois fazer um pedido de ajuda e finalmente perder a comunicação.

O porta-voz da companhia aérea, Danyal Gilani, informou em comunicado que os corpos das 47 pessoas que viajavam no avião estão sendo transferidos para Islamabad e para a vizinha Rawalpindi para serem identificados.

Latif ur Rehman, porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres da província Khyber Pakhtunkhwa, onde ocorreu o acidente, disse à Efe que só cinco dos 47 corpos recuperados foram identificados, por isso que se recorrerá a análise de DNA.

O ATR-42 decolou da cidade de Chitral rumo a Islamabad e caiu em uma colina da cidade de Saddha Batolni, segundo a companhia.

Na aeronave estavam 42 passageiros, entre eles dois austríacos e um chinês, e cinco membros da tripulação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos