Bombardeios em zonas dominadas pelo EI na Síria mata 22 pessoas

Beirute, 8 dez (EFE).- Pelo menos 22 pessoas morreram nas últimas 24 horas por bombardeios em zonas controladas pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no norte da Síria, informou hoje o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Uma mulher e seus sete filhos, alguns deles menores, morreram em um ataque aéreo, que não se sabe se era turco ou da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, no povoado de Trunfo, a nordeste de Al Bab, reduto dos jihadistas na província de Aleppo, segundo a ONG.

Outras 14 pessoas morreram por bombardeios da coalizão em áreas do norte da província de Al Raqqa, onde a aliança armada curdo-árabe Forças da Síria Democrática (FSD) desenvolve uma ofensiva terrestre contra o EI com o apoio aéreo da aliança internacional.

Dessas vítimas, 11 morreram no povoado de Al Mashirfa, enquanto outras três em Al Bara, na parte norte de Al Raqqa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos