Equipes de resgate retomam busca por sobreviventes de terremoto na Indonésia

Em Bangcoc

  • Chaideer Mahyuddin/AFP

    Equipes de busca e salvamento iniciam segundo dia à procura das vítimas de terremoto

    Equipes de busca e salvamento iniciam segundo dia à procura das vítimas de terremoto

As equipes de resgate retomaram nesta quinta-feira (8) a busca de sobreviventes sob as ruínas na província de Aceh, na Indonésia, atingida na quarta (7) por um terremoto de magnitude 6,5 que causou pelo menos uma centena de mortes.

A Agência Nacional de Prevenção de Desastres (BNPB) fez um balanço provisório com 99 mortos e mais de 700 feridos, 136 deles gravemente, segundo seu último comunicado.

Todas as vítimas, exceto três, foram em Pidie Jaya, capital da regência do mesmo nome, situada cerca de 120 quilômetros de Banda Aceh, capital provincial. Os outros mortos são das localidades de Bireuen (2) e Pidie (1).

O tremor, que teve mais de uma dúzia de réplicas, uma delas de magnitude 4,5, provocou danos em 429 imóveis e 157 edifícios, incluindo lojas, mesquitas, hospitais e escolas, segundo o comunicado da BNPB.

Os danos obrigaram o deslocamento de 3.267 pessoas em Pidie Jaya e Bireuen, acrescentou a agência.

A região onde ocorreu o sismo é a mesma que foi atingida em 2004 por um forte terremoto, com magnitude superior a 9 na escala Richter, que gerou um tsunami no Oceano Índico que causou a morte de aproximadamente 230 mil pessoas em 12 países, a maioria deles em Aceh.

A Indonésia está localizada no "Círculo de Fogo do Pacífico", uma região de grande atividade sísmica e vulcânica que é atingida todos os anos por cerca de 7 mil tremores, a maioria deles moderados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos