Filho do ex-presidente Mohammed Mursi é preso no Egito

Cairo, 8 dez (EFE).- As autoridades do Egito prenderam nesta quinta-feira Osama Mursi, um dos filhos do ex-presidente do país Mohammed Mursi, em sua casa da cidade de Zagazig, na região do Delta do Nilo (norte), informou a imprensa local.

Abdullah Mursi, irmão de Osama, disse através da rede social Facebook que os agentes da Segurança do Estado - órgão do Ministério do Interior -, descrevem seu irmão como "o porta-voz da família" de Muhammed Mursi, atualmente preso.

Além disso, Abdullah destacou que alguns dos objetos pessoais de Osama foram confiscados.

Por sua vez, o jornal local "Al Watan" publicou um vídeo no qual o filho do ex-presidente aparece acompanhado de agentes de segurança enquanto saem de um edifício e entram em uma viatura.

Segundo o jornal, Osama é acusado pelos protestos na praça Rabaa al-Adawiya, em agosto de 2013, quando seguidores de Mursi acamparam em piquete contra o golpe de Estado sofrido pelo ex-presidente em 3 de julho daquele ano.

No domingo passado, a família de Mursi denunciou em comunicado que as autoridades não permitem visitas ao ex-presidente na prisão de Tora, nos arredores da capital egípcia.

Mohammed Mursi está preso desde que foi derrubado em um golpe de Estado liderado pelo atual presidente, Abdul Fatah al Sisi, um ano após vencer as eleições no Egito.

Seus seguidores, assim como membros de sua família e líderes de seu grupo, a Irmandade Muçulmana, sofreram perseguição judicial e repressão do governo egípcio nos últimos três anos e meio, nos quais milhares deles foram detidos e julgados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos