Venezuela acerta cooperação com ONU para fornecimento de remédios

Caracas, 8 dez (EFE).- A ministra das Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, anunciou nesta quinta-feira que o governo fechou um acordo para ampliar os planos de cooperação com a Organização das Nações Unidas (ONU) para adquirir remédios, item em falta no país em meio à crise.

"Vamos ampliar esta cooperação para, através do fundo estratégico e do fundo rotatório, adquirir remédios em diferentes âmbitos que inclusive consolidem e melhorem o fornecimento de remédios em nosso país", disse ela, em declarações ao canal estatal "VTV".

Acompanhada por vários representantes de organismos multilaterais da ONU no Palácio de Miraflores, ela ressaltou que com estes acordos o governo venezuelano pretende "reforçar" seu modelo de direitos humanos.

"Abordamos também mecanismos como a procura de remédios a preços realmente muito acessíveis e como a Venezuela fez uso destes mecanismos", continuou.

A chanceler venezuelana disse que um comitê técnico foi formado para, mediante a parceria e assistência técnica internacionais, "derrotar a mídia que tenta vender uma crise humanitária, com o único objetivo que é a intervenção do nosso país". Disse ainda que o governo de Nicolás Maduro avalie formas de reforçar suas políticas alimentares que foram reconhecidas pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

A aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) solicitou na mesa de diálogo da qual participa junto a delegados do governo a abertura de um canal humanitário para aliviar a crise de alimentos e remédios do país, entre outras solicitações.

Embora as negociações entrarem em uma fase de revisão pelo suposto descumprimento dos acordos, alguns porta-vozes opositores sugeriram que o governo se comprometeu a tomar ações ainda neste mês para melhorar o fornecimento e distribuição de remédios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos