Dirigente opositor diz que conversas sobre Aleppo estão suspensas

Beirute, 9 dez (EFE).- O dirigente opositor Zakaria Malahifyi, presidente do escritório político da rebelde Agrupacion Fastaqim, afirmou nesta sexta-feira que as conversas sobre a cidade síria de Aleppo foram suspensas, porque a Rússia rejeitou seus pedidos.

"Atualmente, não há negociações, já que os russos disseram não a tudo", explicou à Agência Efe Malahifyi em uma conversa por telefone, de fora da Síria.

Anteriormente, o porta-voz do Conselho da Província de Aleppo Livre, Abu Zaer al Halabi, cuja organização se encarrega da administração das áreas fora do domínio do Exército, tinha revelado que havia negociações entre as autoridades e os insurgentes para uma evacuação dos civis.

"Até agora, não houve acordo porque algumas facções, como o Movimento Nuredin al Zinki e outros grupos, rejeitaram a iniciativa", explicou Al Halabi.

A fonte detalhou que essas organizações armadas querem que seja incluído na lista de pessoas a evacuar determinados civis, doentes e feridos para dar seu sinal verde à medida.

Malahifyi, cujo grupo tem combatentes dentro de Aleppo, lembrou que amanhã haverá conversas sobre este tema "em nível internacional" no marco da ONU.

Ontem, o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, anunciou um acordo com o secretário de Estado americano, John Kerry, para retomar as consultas sobre a saída de todos os combatentes do leste de Aleppo.

Diplomatas e militares de ambos países se reunirão no sábado em Genebra para concretizar os detalhes da retirada dos grupos armados e também a evacuação dos civis que desejem deixar essa cidade, precisou Lavrov em declarações aos meios de comunicação russos.

Desde 15 de novembro, Aleppo é palco de uma ofensiva das forças armadas e seus aliados, que tomaram o controle de 75% dos distritos do leste, que estavam em poder da oposição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos