Atentado em Istambul deixa 15 mortos, segundo jornal governista

Istambul, 10 dez (EFE).- O atentado suicida que sacudiu neste sábado o centro de Istambul deixou 15 mortos, além de 69 feridos, afirmou o jornal "Yeni Safak", próximo ao governo, citando fontes do Ministério da Saúde da Turquia.

O presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, confirmou que o ataque cometido perto do estádio do Besiktas deixou "mortos e feridos", mas sem esclarecer os números.

O ministro do Interior, Süleyman Soylu, confirmou que houve duas explosões por volta das 17h30 (horário de Brasília) e estimou que pelo menos uma foi causada por um suicida, mas não atribuiu a responsabilidade a nenhuma organização.

Os primeiros dados do Interior falam em 20 feridos, todos eles policiais, mas várias veículos de imprensa, como a rede de televisão "NTV", asseguram que há cerca de 70 feridos internados nos hospitais da região.

Segundo o Interior, todos os feridos são policiais, pertencentes à equipe posicionada no estádio do Besiktas durante a partida entre este clube e o Bursaspor, e que tinha terminado pouco antes da explosão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos