EI controla quase totalmente a cidade monumental de Palmira, segundo ONG

Beirute, 10 dez (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) tomou neste sábado o controle quase total da cidade monumental de Palmira, no leste da província central de Homs, após combates contra os soldados governamentais, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG afirmou que os radicais têm ao alcance de seus disparos a cidadela antiga, situada ao oeste de Palmira e de onde se retiraram os soldados leais ao presidente Bashar al Assad.

Enquanto isso, os combates prosseguem no sul da cidade e nos arredores da região de Al Dua e do aeroporto de Palmira, ao oeste, enquanto aviões de guerra bombardearam as áreas de Al Ameriya e Basatín, no leste.

O Observatório detalhou que os extremistas capturaram vários jovens na cidade e os levaram a um lugar desconhecido.

Por sua parte, a agência de notícias oficial síria "Sana" assegurou que unidades militares frustraram hoje uma tentativa do EI de infiltrar-se na área dos silos de Palmira, cerca de dez quilômetros ao leste da cidade, e mataram um número indeterminado de jihadistas.

Os radicais conseguiram hoje entrar novamente nesta cidade, cujas ruínas greco-romanas são Patrimônio Mundial da Unesco, mais de oito meses depois de terem sido expulsos dela pelo exército sírio.

Há dois dias, o EI lançou uma ofensiva em Palmira e em outras partes do leste de Homs, onde os extremistas conseguiram dominar várias áreas e jazidas de petróleo e gás.

O Observatório indicou que o EI conquistou também hoje a base de uma brigada militar ao oeste do aeroporto militar T4, situado na metade oriental de Homs e empregado pelas aviações da Síria e da Rússia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos