Irmãos são detidos na Bélgica por colaborar com propaganda do EI

Bruxelas, 10 dez (EFE).- Um jovem de 21 anos e sua irmã de 19 foram detidos na Bélgica como suspeitos de ajudar o aparelho de propaganda do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), informou neste sábado a procuradoria federal belga ao jornal local "Le Soir".

Os irmãos, que pertenciam a uma família muçulmana sérvia estabelecida na Bélgica, realizavam traduções da revista de propaganda do EI, "Dabiq", e enviavam os textos através do programa de mensagens encriptadas Telegram, utilizado habitualmente por simpatizantes do Estado Islâmico.

Além disso, o jovem tinha armazenados em seu telefone vídeos violentos, entre eles de várias execuções.

Os dois foram detidos na semana passada em Limbourgo, no leste do país, indicou o jornal.

Os detidos pertencem a uma família que se estabeleceu na Bélgica há 16 anos, fugindo da guerra, e se radicalizaram neste país, onde foram escolarizados, sem que seus pais tenham se dado conta, segundo o mesmo jornal.

No último dia 22 de março, dois ataques jihadistas no aeroporto de Bruxelas e em uma estação de metrô deixaram 32 mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos