Presidente de Gana reconhece vitória de adversário nas eleições

Acra, 10 dez (EFE).- O presidente de Gana, John Dramani Mahama, aceitou na noite de sexta-feira sua derrota nas eleições para o candidato da oposição, Acalanto Akufo-Addo, imediatamente depois que a comissão eleitoral o declarou vencedor do pleito realizado na última quarta-feira.

Akufo-Addo, do partido de centro-direita Novo Partido Patriótico (NPP), conquistou 53,85% dos votos, contra 44,4% de Dramani Mahama, que concorria pelo Congresso Democrático Nacional (CDN), de centro-esquerda.

A vitória por maioria absoluta fez Akufo-Addo ser eleito sem a necessidade do segundo turno.

Dramani Mahama, de 58 anos, se comprometeu a respeitar a vontade do povo e a trabalhar com o presidente eleito para que ocorra uma transição pacífica e ordenada.

Por sua vez, Akufo-Addo, de 72 anos, agradeceu a população de Gana a confiança nele e disse que fará todo o possível para não falhar e devolver o país ao "caminho da prosperidade".

Eleitores de Akufo-Addo foram para as ruas no final de sexta-feira para celebrar a vitória do candidato, que obteve mais de 5,7 milhões de votos, cerca de um milhão a mais que o atual presidente Dramani Mahama.

Desde o fim do regime militar e o retorno da política multipartidária, em 1992, Gana é um dos países mais estáveis e pacíficos da África.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos