Maioria republicana no Senado dos EUA se amplia após eleição na Louisiana

Washington, 10 dez (EFE).- Os republicanos contarão a partir de janeiro com uma maioria de 52 cadeiras no Senado dos Estados Unidos, contra 48 democratas, uma repartição confirmada neste sábado após ser eleito o candidato desse partido em um segundo turno para ocupar uma cadeira livre pelo estado da Louisiana.

O republicano John Kennedy, de 65 anos e atual tesoureiro do estado da Louisiana, venceu com facilidade o candidato democrata, Foster Campbell para ocupar o assento que deixou vacante no Senado o também conservador David Vitter.

O segundo turno, que aconteceu neste sábado devido a que nenhum dos dois candidatos tinha conseguido a maioria necessária nas eleições de novembro, confirma a divisão de poder no novo Senado que começará a legislar em 3 de janeiro, dias antes da chegada ao poder do presidente eleito Donald Trump.

Os republicanos contarão assim com uma estreita maioria para apoiar as políticas do presidente de seu mesmo partido após a eleição de Kennedy, ao qual Trump apoiou efusivamente durante uma visita nesta sexta-feira a Baton Rouge (Louisiana).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos