Julgamento de Lagarde por negligência quando era ministra começa em Paris

Paris, 12 dez (EFE).- O julgamento da diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, acusada de negligência quando era ministra de Finanças no governo de Nicolas Sarkozy, começou nesta segunda-feira em Paris perante a Corte de Justiça da República (CJR).

O processo, que deve durar até o próximo dia 20, começou pouco depois das 14h (hora local, 11h de Brasília) com a confirmação da identidade da processada, que deu seu nome, seu posto no FMI, seu endereço em Washington e seu salário.

A presidente do tribunal leu um resumo das acusações que pesam sobre Lagarde: ter recorrido em 2007 a um tribunal de arbitragem privado para julgar uma polêmica disputa entre o Estado e o empresário Bernard Tapie pela venda da empresa de material esportivo Adidas, o que ia contra o recomendado pela Agência de Participações Estatais (APE).

A diretora do FMI também é acusada de não ter contestado em 2008 o resultado do processo, favorável a Tapie - próximo ao ex-presidente Nicolas Sarkozy - já que o Estado teve que indenizá-lo em 404 milhões de euros.

Se for declarada culpada pela CJR (única instância pagadora na França para julgar supostos delitos cometidos por ministros no exercício de suas funções), Lagarde poderia ser condenada a uma pena de até um ano de prisão e multa de 15 mil euros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos