Paolo Gentiloni toma posse como novo primeiro-ministro da Itália

Roma, 12 dez (EFE).- O novo primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, tomou posse nesta segunda-feira diante do presidente da República, Sergio Mattarella, quase uma hora após a divulgação da composição de seu governo.

A cerimônia de posse aconteceu no palácio do Quirinale, sede da presidência, em Roma, às 20h (hora local; 17h de Brasília) e seguiu o procedimento habitual.

"Juro ser fiel à República, respeitar a Constituição e as leis e exercitar minhas funções a favor do interesse exclusivo da nação", disse Gentiloni a Mattarella.

Depois Gentiloni se situou ao lado do presidente e perante eles prestaram juramento os ministros que compõem este novo governo, que surge após a renúncia de Matteo Renzi por seu fracasso no referendo constitucional do último dia 4 de dezembro.

Após o juramento de todos os ministros foi realizada a tradicional foto do novo gabinete junto com Mattarella.

O governo de Gentiloni está composto por 18 ministérios, dois mais que o de Renzi, com cinco deles dirigidos por mulheres e 13 por homens.

Embora a maioria dos ministros permaneça em seus cargos, foram efetuadas mudanças nas pastas de Interior, Educação e Exteriores.

No Ministério de Relações Exteriores, cargo que Gentiloni ocupava, entrará o conservador Angelino Alfano, até o momento titular de Interior, uma pasta que agora será conduzida pelo esquerdista Marco Minniti.

Já a vice-presidente do Senado, Valeria Fedeli, substituirá Stefania Giannini na Educação.

Outra das mudanças ocorrerá no Ministério para as Relações com o Parlamento. Anna Finocchiaro substituirá Maria Elena Boschi, ministra-chave de Renzi e que será agora subsecretária da presidência.

Além disso, Gentiloni criou dois novos ministérios: o de Coesão Territorial e do Sul, que será comandado por Claudo de Vicenti, e de Esporte, dirigido por Luca Lotti.

Continuam nos cargos os ministros da Economia, Pier Carlo Padoan; de Justiça, Andrea Orlando; de Defesa, Roberta Pinotti; de Infraestrutura, Graziano Delrio; de Saúde, Beatrice Lorenzin; de Agricultura, Maurizio Martina; e de Trabalho, Guiliano Poletti.

Além deles, permanecem em seus postos Gianluca Galletti, no Meio Ambiente; Dario Franceschini na Cultura; nos Assuntos Regionais, Enrico Costa; na Simplificação da Administração Pública, Marianna Madia; e no Desenvolvimento Econômico, Carlo Calenda.

O novo governo se apresentará amanhã às 11h (8h) à Câmara dos Deputados para submeter-se à posse, enquanto na quarta-feira passará pelo mesmo trâmite no Senado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos