Ex-presidente português Mário Soares continua internado em situação "crítica"

Lisboa, 13 dez (EFE).- O ex-presidente de Portugal Mário Soares, que governou entre 1986 e 1996, continua internado no Hospital Cruz Vermelha Portuguesa, em Lisboa, onde deu entrada na madrugada passada em situação "crítica" e "com prognóstico reservado".

Um porta-voz do hospital explicou que Soares está inconsciente e na UTI. O ex-presidente, de 92 anos, está recebendo acompanhamento médico, mas não foram "registradas alterações em seu quadro clínico", acrescentou.

Hoje, ele recebeu a visita do atual presidente de Portugal, o conservador Marcelo Rebelo de Sousa, e de vários parentes, entre eles seu filho, o ex-ministro da Cultura João Soares.

O ex-presidente, fundador do Partido Socialista (PS), se mantinha ativo e nos últimos anos continuou trabalhando na Fundação que leva seu nome, além de publicar livros e artigos sobre a situação de Portugal.

Mário Soares é considerado uma das figuras políticas mais importantes de Portugal dos últimos 40 anos por sua participação decisiva na transição à democracia quando a Revolução dos Cravos, em 1974, pôs fim à ditadura de António de Oliveira Salazar (1962-1974). Antigo líder do PS, Soares foi também duas vezes primeiro-ministro (1976-1978 e 1983-85) e presidente português no período da entrada do país na União Europeia.

Desde a morte de sua esposa, Maria Barroso, em julho de 2015, suas aparições diminuíram e ele deixou de escrever a coluna que mantinha em um jornal do país. Sua última aparição em público foi em uma homenagem a sua mulher, em 28 de setembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos