Milhares de pessoas deixam região assediada de Aleppo, diz agência oficial

Beirute, 13 dez (EFE).- Milhares de famílias deixaram nesta terça-feira os bairros assediados do leste da cidade síria de Aleppo, no norte do país, em direção a áreas em poder das autoridades, depois que o Exército tomou quase toda a metade oriental, informou a agência de notícias oficial "Sana".

A fonte destacou que o Exército e as partes afetadas trabalham para garantir a segurança dos deslocados e os transportaram a centros de residência temporários.

A televisão estatal síria mostrou imagens de centenas de deslocados que caminhavam, entre os quais havia mulheres, menores e idosos, por zonas em mãos dos soldados governamentais.

Ontem, o Exército nacional anunciou que controlava já 98% do leste de Aleppo, enquanto o Observatório Sírio de Direitos Humanos confirmou que mais de 90% da parte oriental está dominada das forças leais ao presidente Bashar al-Assad.

Os combates continuam hoje nos poucos bairros que seguem dominados pelos opositores no leste de Aleppo, como Al Ansari Oriental, Al Mashhad, zonas de Seif al Daula e Ard al Sibag.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos