Presidente romeno rejeita encarregar formação de governo a vencedor do pleito

Bucareste, 13 dez (EFE). O presidente romeno, Klaus Iohannis, reiterou nesta terça-feira sua rejeição a designar como primeiro-ministro pessoas que tenham sido condenadas pela Justiça, o que fecha a porta a Liviu Dragnea, líder do Partido Social-Democrata, que ganhou as eleições de domingo.

"Anunciei os critérios de integridade (respeito à nomeação do chefe de governo) antes da campanha eleitoral para que não houvesse debates depois e esses seguem de pé", declarou Iohannis em entrevista coletiva, após ser perguntado se aceitaria encarregar a Dragnea a formação de governo.

O chefe de Estado precisou que trata-se de uma lei em vigor desde 2001 e que sua modificação depende do parlamento e do Tribunal Constitucional.

Já na noite eleitoral, após saber que seu partido tinha ganho o pleito, Dragnea deixou aberta a porta a ocupar o cargo de primeiro-ministro, apesar de ter sido condenado em abril a dois anos de prisão, por fraude eleitoral.

Dragnea recusou hoje o convite de comparecer amanhã ao começo da rodada de consultas para formar governo convocada pelo presidente.

O líder social-democrata argumentou que, segundo a Constituição, "não pode falar até depois da validação de um novo parlamento".

A sessão de posse dos deputados e senadores está prevista para 19 de dezembro.

O PSD venceu as eleições legislativas com 45,5% dos sufrágios na câmara dos Deputados e 45,7% no Senado, à frente do Partido Nacional Liberal (PNL), do qual foi presidente Iohannis, e que obteve 19,9% e 20,3%, respectivamente.

O PSD deixou o governo no final do ano passado após uma onda de protestos pela morte de 64 pessoas no incêndio em uma boate que descumpria as normas de segurança, um fato que foi visto por parte da população como um símbolo da corrupção e ineficácia das autoridades.

Após essa renúncia, foi formado um Executivo de tecnocratas liderado pelo independente Dacian Ciolos, que contava com o respaldo do PNL.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos