Cazaquistão e Israel assinam memorando para voos diretos entre os países

Astana, 14 dez (EFE).- O presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, concordaram nesta quarta-feira em Astana com a criação de uma conexão aérea direta entre seus países e a simplificação os trâmites para a obtenção de vistos.

"Para que os negócios funcionem, precisamos ter uma conexão aérea direta", disse Nazarbayev em entrevista coletiva ao lado de Netanyahu, que chegou hoje à capital cazaque em sua primeira viagem oficial ao país.

O primeiro-ministro israelense ressaltou que "os assuntos práticos" para melhorar as relações econômicas entre os dois países, tais como o transporte aéreo e a isenção vistos, "devem ser tratados o mais rápido possível".

Os dois líderes assinaram um memorando de entendimento entre as autoridades aeronáuticas de seus países e uma declaração bilateral pela qual os possuidores de passaportes biométricos estarão isentos de obter vistos para viajar.

No encontro também foram assinados vários acordos intergovernamentais no âmbito da economia e da agricultura, e para promover a cooperação bilateral nos campos de medicina, turismo e tecnologia.

Em particular, o governo cazaque mostrou interesse nas técnicas de irrigação agrícola utilizadas em Israel.

Netanyahu - que é primeiro líder de israelense a visitar o Cazaquistão após a independência do país da União Soviética, em 1991, e o estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois Estados - chegou a Astana acompanhado de mais de 70 representantes de empresas israelenses.

Empresários dos dois países dos setores de segurança, agricultura, fornecimento de água, saúde, energias alternativas e finanças se reuniram em um fórum de negócios cazaque-israelense realizado hoje em Astana.

Nazarbayev respaldou a intenção de Israel de negociar uma zona de livre-comércio com a União Econômica Eurasiática, um projeto de integração transnacional do qual também participam Rússia, Belarus, Armênia e Quirguistão.

"Acredito que nossos empresários falarão detalhadamente da cooperação. Israel está interessado em participar da zona de livre-comércio da União Econômica Eurasiática. O Cazaquistão, como país que preside (a organização), apoia" a ideia, disse Nazarbayev. EFE

kk-aep/cs

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos