Trump se reúne com seleto grupo do setor tecnológico dos EUA

Nova York, 14 dez (EFE).- O grupo mais seleto do setor tecnológico dos Estados Unidos começou nesta quarta-feira em Nova York uma reunião com o presidente eleito, Donald Trump, em uma tentativa de aproximar posições e impulsionar a inovação no país.

A reunião, a portas fechadas, na qual se permitiu a entrada de jornalistas nos minutos iniciais, coloca em uma mesma mesa o presidente eleitos dos EUA, parte de seu gabinete e os diretores de empresas como Microsoft, Alphabet, Intel e Amazon.

"Queremos que sigam com esta incrível inovação. Não há ninguém melhor que vocês no mundo todo", afirmou Trump em sua mensagem inicial, sentado em uma grande mesa retangular em um dos andares da torre que leva seu nome, transformada em seu quartel-general.

"Trata-se realmente de um incrível grupo de pessoas", acrescentou Trump, que disse que precisou fazer "centenas de ligações telefônicas" para que a reunião pudesse acontecer.

Antes que os jornalistas fossem convidados a sair do local, Trump se comprometeu que, a partir do momento que assumir a presidência em 20 de janeiro, lutará para que seja "muito mais fácil" para os negócios do setor tecnológico, incluindo terminar com "barreiras comerciais".

"Agora há um montão de restrições e problemas", comentou Trump, que também se mostrou disposto a manter os contatos com os empresários presentes na reunião ou qualquer pessoa de suas equipes.

"Aqui não há uma cadeia formal de comando", reforçou.

De parte da equipe de Trump estavam, entre outros, o vice-presidente eleito, Mike Pence, que provocou risadas na mesa quando se apresentou como "governador de Indiana por uns poucos dias".

Também se encontravam no local três dos quatro filhos adultos de Trump, Ivanka, Eric e Donald Jr.

Na mesma mesa estavam sentados, entre outros, os principais executivos de Microsoft (Satya Nadella), Alphabet (Larry Page e Eric Schmidt), IBM (Ginni Rometty), Cisco Systems (Chuck Robbins), Amazon (Jeff Bezos) e Intel (Brian Krzanich).

Além disso, na mesma mesa estavam sentados Sheryl Sandberg, do Facebook, Elon Musk, da Tesla, e Safra Catz, da Oracle.

Em sua mensagem de abertura, Trump atribuiu a realização da reunião de hoje a Peter Thiel, que estava sentado a sua esquerda.

Thiel, um dos homens mais ricos dos Estados Unidos, é diretor de companhias financeiras ligadas estreitamente ao setor tecnológico e também é membro do conselho de administração de empresas como o Facebook.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos