Ambulâncias entram em Aleppo para iniciar remoção de doentes e feridos

Beirute, 15 dez (EFE).- As ambulâncias começaram nesta quinta-feira a entrar nos bairros assediados do leste da cidade de Aleppo, no norte da Síria, para retirar os doentes e feridos da região, informou a emissora de televisão oficial do regime sírio, que está mostrando imagens ao vivo.

Os veículos partiram do bairro de Al Ramusa, no sul e em poder das forças do presidente Bashar al Assad, e se dirigiram ao distrito de Al Salah ad-Din, que é controlado pelos insurgentes, para chegar ao ponto onde recolherão os doentes e feridos.

Após a remoção dos pacientes, se dará a saída dos civis e rebeldes da área sitiada.

A emissora síria também indicou que minutos depois da entrada das ambulâncias, os ônibus que transportarão civis e combatentes se dirigiram aos distritos assediados do leste, através de Al Ramusa.

Uma centena de voluntários e trabalhadores do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e do Crescente Vermelho Síria estão no terreno, com dez ambulâncias para facilitar a evacuação de doentes e feridos, disse anteriormente a porta-voz do CICV na Síria, Ingy Sedky, à Agência Efe.

Sedky destacou que "as partes pediram ao CICV e ao Crescente Vermelho que ajudassem na evacuação dos feridos do leste de Aleppo".

A televisão síria acrescentou que também há presença de representantes da ONU para supervisionar toda a operação.

Na última madrugada, as partes alcançaram um novo acordo para evacuar os distritos assediados que estipula um cessar-fogo e a retirada de civis e combatentes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos